domingo, abril 22, 2018

Estar no mundo sem ser do mundo

"A igreja não foi chamada nem para se excluir nem para se assemelhar totalmente ao mundo. Não temos liberdade para nos retirarmos do mundo, nem tão pouco para nos confundirmos com ele. Nas palavras de Jesus, devemos estar no mundo, porém não sermos parte do mundo. Precisamos lembrar continuamente que a igreja pertence a dois âmbitos: ao céu e a terra."

John Stott

terça-feira, abril 17, 2018

Esperança Renascida

A história de Rute começa com lágrimas e termina com alegria. Boaz foi procurar o familiar mais próximo de Elimeleque que, segundo a Lei, deveria dar sucessão à família do falecido. Boaz prometeu casar com Rute e cumpriu. Um bom marido é um homem de carácter, que cumpre com as palavras que promete e aquele que obedece à Palavra de Deus.

O familiar remidor primeiro interessou-se pelas terras de Elimeleque mas, quando soube que além de comprar as terras teria que cuidar de Noemi e de Rute, desistiu. Descalçou literalmente a bota e deu-a a Boaz. Mais do que um contrato legal ou arranjo circunstancial, este casamento foi providenciado por Deus. Rute buscou O Senhor e achou um marido. Devemos confiar em Deus em todos os aspectos da nossa existência.

Este casamento tinha propósitos santos e abençoadores. Agora a família de Noemi e Elimeleque tinha uma descendência. O menino chamou-se Obede, que foi pai de Jessé, que por sua vez foi o pai de David, o ancestral do Messias que haveria de vir - Jesus Cristo.

---

Algumas aplicações deste santo romance:
1. A vida cristã não exclui adversidades. É a forma como lidamos com elas que faz com que vivamos bem ou mal. Noemi chegou a Belém amargurada e sem esperança, Rute não se abateu e foi à luta. A intervenção divina transformou o pranto em alegria. “O choro pode durar uma noite mas a alegria vem pela manhã” (Sl 30.5).

2. O livro de Rute é um poema à soberania divina. Deus esteve sempre a comandar e a tecer os versos deste enlace amoroso. A fonte de todas as bênçãos é Deus, não o dinheiro, o prazer, a fama ou o trabalho. O Senhor é a nossa esperança.

3. Hernandes Dias Lopes disse que “Nenhum sucesso é final e nenhuma derrota é fatal”. A nossa história ainda não acabou. Deus continua a fazer milagres e o futuro, por vezes, traz surpresas agradáveis. É melhor começar e terminar bem do que começar bem e terminar mal. A melhor maneira de terminarmos bem é confiar em Deus todos os dias da nossa vida.

4. O objectivo grandioso do Senhor era, não só proporcionar um final feliz a um lar destroçado, mas expandir o final feliz a muitas outras famílias. David seria um dos ancestrais de Jesus Cristo, o Salvador. O Noivo Jesus já veio e amou tal forma a sua Noiva - a Igreja -, que morreu por ela e um dia vem buscá-la. Louvado seja o grande Redentor Jesus!

segunda-feira, abril 16, 2018

Combater o bom combate

"Os únicos que não têm cicatrizes, são aqueles que decidiram não combater." - C. S. Lewis.

sexta-feira, abril 13, 2018

Paz na turbulência da vida



"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também." (João 14:1-3).

Existam tantas coisas que afligem e perturbam o nosso coração. Nos sobressaltos desta vida estas palavras de Jesus apaziguam a nossa alma. Três verdades encorajadoras ressaltam destes versículos. FÉ (v.1) - Crer no Pai e em Jesus Cristo dá-nos paz. Quando acreditamos em Deus, sabendo que a vida é muito mais do que se vê, sente ou sofre, então sossegamos. O Príncipe da Paz pacifica a nossa alma turbada. ESPERANÇA (v.2) - Jesus promete o céu a todos os que nele confiarem na terra. Ele está a preparar-nos um lugar melhor que este. A nossa história, por pior que seja aqui, não acaba aqui. PAROUSIA (v.3) - Jesus vai voltar e levar-nos para Ele. A presença de Jesus é real nos nossos corações e virá o dia em que será uma realidade plena. Jesus Cristo é a esperança do coração aflito. Ele morreu, ressuscitou, está a preparar-nos lugar e vai voltar. Na sua presença há paz e descanso.

"Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus" (Sl 46:10).

terça-feira, abril 10, 2018

Do despotismo no desportismo (e não só!)

Esta crise no Sporting é uma crise de resultados, mas sobretudo, é sintoma da má liderança. Talvez o maior problema do Presidente Bruno de Carvalho seja o problema que é mais comum em todas as lideranças: o despotismo. O logro de pensar que o poder tem sempre toda a razão. Infelizmente não é só no desportismo que há despotismo. Onde há autoridade existe essa possibilidade. A sede do poder cego, cega. O mau uso do poder faz mal à saúde. De todos.

segunda-feira, abril 09, 2018

Há Esperança para Portugal!



Coração cheio de alegria e gratidão por este fim-de-semana. Mais de 27.800 pessoas participaram no Festival da Esperança, no Campo Pequeno em Lisboa. 73.000 pessoas, de 58 países visualizaram o evento online. Muito feliz pelas 1.944 pessoas que tomaram uma decisão por Cristo. Grato em primeiro lugar a Deus, grato à Associação Evangelística Billy Graham (BGEA) e ao Rev. Franklin Graham, grato à Aliança Evangélica Portuguesa e à Comissão Executiva do Festival, grato às 400 igrejas evangélicas que se envolveram e trouxeram convidados, grato ao Coro maravilhoso, grato às bandas, grato a todos os que trabalharam e se esforçaram para que Deus fosse glorificado. Feliz por fazer parte. Deus é bom e ama-nos. Há esperança no Evangelho de Jesus Cristo!

quarta-feira, abril 04, 2018

No perdão há esperança